Estudar nos EUA

istock_000042111248_full

Um dos pontos fortes do sistema de Ensino Superior nos EUA é a flexibilidade que ele oferece através do número e da diversidade de tipos de instituições.

Essa diversidade permite que os alunos explorem e se especializem em diversas áreas, e se tornem mais atraentes ao mercado de trabalho global.

Há mais de 4500 instituições de ensino superior reconhecidas nos EUA. Ao contário do que se vê em muitos países, o reconhecimento (accreditation) dessas universidades não é feito por um órgão central, e sim por órgãos independentes de abrangência regional ou nacional.

Uma variedade de tipos de instituições de ensino superior oferecem programas de ensino superior. Community Colleges, Liberal Arts Colleges, Universidades públicas e privadas, e institutos de tecnologia estão entre os tipos de instituições que compõem o sistema de ensino superior do país.

Independentemente do tipo de instituição, nos EUA os alunos durante uma graduação costumam receber créditos pelas matérias cursasdas. A escolha dessas matérias segue uma “base” (core), que é a fundação para a área de concentração ou (major) desejado. Há também liberadade para matérias eletivas.
O calendário acadêmico tradicionalmente comçea em agosto/setembro e termina em maio do ano seguinte. Ele é dividido em 2 semestres de 16 a 18 semanas. Algumas escolas usam o sistema trimestral, em que o ano acadêmico é composto de 3 períodos de 10-12 semanas.  Com a variedade de instituições e programas de estudo, interessados em estudar nos EUA tem grandes chances de encontrar uma oportunidade que se encaixe nos seus perfis acadêmico e financeiro, e se alinhe com seus interesses.

Menu